Menu

 Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quinta-feira (13) que a campanha de imunização infantil contra a Covid-19 será monitorada para identificar possíveis reações adversas às vacinas. No entanto, o ministro ponderou que o imunizante da Pfizer já foi aplicada em milhões de crianças em outros países e não tem apresentado problemas.

Chegaram nesta quinta no Aeroporto de Viracopos, no interior paulista, 1,24 milhão de doses da vacina contra a Covid-19  do laboratório norte-americano Pfizer para crianças. O carregamento é o primeiro de três lotes que devem chegar ao Brasil até o fim do mês. Até o fim de março, o governo federal espera receber 20 milhões de doses de vacinas pediátricas.

A aplicação do imunizante da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos foi autorizada em dezembro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O governo federal incluiu, na semana passada, o público dessa faixa etária na campanha de vacinação contra a Covid-19.

Queiroga destacou que, apesar de recentes, essas vacinas têm sido aplicadas nos principais sistemas de saúde do mundo e não foram notificados eventos adversos maiores.

Com informações da Agência Brasil

0 comentários:

Postar um comentário